Meus quilombos

Em volta tudo é montanha
Escuros abraços que amparam
protegem, aquecem
mas não prendem.
Liberam
libertam.
Dentro tudo pulsa
tambores inundam o peito,
a pele
desaguam nos pés.

Em volta e de longe
tudo é calmaria
silêncio
água mansa.
Dentro e no fundo
tudo é movimento
intensidades
correntezas.

Em volta tudo é murmúrio,
palavras que brotam de gargantas
antes interditadas.
Dentro tudo é vozerio
brados de resistência
coro de insubmissões
que rompem cercos
círculos de ocultamento.

Em volta tudo é gesto que se desenha no ar.
Dentro tudo é punho que se ergue
braços que sustentam
mãos que garimpam, lapidam
transformam
reinventam.

                                          (Nós, p. 35-36)


LIVROS E LIVROS

Ficção

Henrique Marques Samyn – Uma temporada no inferno
A loucura é a derrota do homem desnudada, exposta crua e sem rodeios, em sua patética variedade. Para arrancar dela a arte, é preciso transformá-la; por isso, depois de tudo observar, farei destas anotações uma outra coisa, algo muito diferente – como o artista que, esculpindo a bruta pedra, dela arranca as belas formas. Mas não haverá, nessa transformação, algum tipo de falseamento? Para fazer a Literatura a partir da loucura, será preciso falsificá-la?   Henrique Marques Samyn     O título do romance ...

Poesia

Cristiane Sobral - Só por hoje vou deixar meu cabelo em paz
Sou apaixonada por textos poéticos há muito tempo. Mas, como a maioria dos que estão em minha faixa etária, as poesias clássicas eram as mais acessadas. Sendo assim, iniciei o contato com a produção literária de negros e negras com mais afinco na última década. Comecei a observar os versos e prosas das mulheres negras de maneira muito mais restrita, se comparada aos que foram produzidos por homens. Os Cadernos Negros são uma publicação que possibilita uma oportunidade ímpar para tomarmos ciência e nos degustarmos das letras de homens e mulheres negras, mas não é ...

Ensaio

Soraya Martins - Teatralidades-Aquilombamento
O teatro está em fuga e, para estudar rotas e executar planos, Soraya Martins aposta em uma abordagem de corpo presente das variadas expressões da cena negra belorizontina, fazendo de Teatralidades-aquilombamentos: várias formas de pensar-ser-estar em cena e no mundo uma oportunidade para aqueles que estão interessados nos modos pelos quais o quilombo se refaz nas performances artísticas contra-coloniais.  Recebi com alegria o desafio de prefaciar a obra, e o fiz desde "fora" dos campos de...

Infantojuvenil

Inaldete Pinheiro- Baoba de Ipojuca
O trabalho de Inaldete Pinheiro enquanto participante ativa de ações em prol da igualdade racial e do respeito às diferenças é claramente notado em seus livros. Pesquisadora e militante, a escritora tem se dedicado ao resgate da multifacetada herança africana presente em nossa formação. Sua obra vem contribuindo para a constituição de uma bibliografia voltada para o ensino da História e das culturas africana e afro-brasileira, notadamente em suas manifestações pernambucanas e nordesti...

Memória

Oswaldo de Camargo - Raiz de um Negro Brasileiro  Por que fui ao Oswaldo de Camargo  Mário Augusto Medeiros da Silva*   “Negros têm um péssimo hábito: morrem cedo e não deixam memórias”. Em 2007, em entrevista concedida a mim, Oswaldo de Camargo assinalou a frase com que abro este prefácio. Tratava-se de uma reflexão acerca do que ele se recordava de alguns companheiros de militância intelectual no associativismo político e cultural negro paulistano. O sumiço, desaparecimento, como rastros sulcados na areia, de diferentes personagens daquela história, confirmavam aquela afirmação. Que sabemos hoje de suas passagens pelo mundo, de seus av...

Newsletter

Cadastre aqui seu e-mail para receber periodicamente nossa newsletter e ficar sempre ciente das novidades.

 

Instagram

 

YouTube