Newsletter 30 – Abril/Maio/Junho de 2018

literafro novidades 30 inicia com Carolina: uma biografia, do crítico Tom Farias, apresentado por Aline Arruda; traz em seguida o novo trabalho do paulista Allan da Rosa, o infantojuvenil Zumbi assombra quem?, com preciosas reflexões de Gustavo Tanus e Pedro Henrique Silva; a estreia na ficção do poeta Anelito de Oliveira, que tem o seu O Iludido analisado por Adélcio Cruz; a nova coletânea poética de Ana Cruz, Eu não quero flores de plástico, resenhada por Bruna Carla dos Santos; e ainda dois volumes críticos: Entre as leis e as letras, sobre a obra de Luiz Gama, de Jair Cardoso dos Santos; e a coletânea de ensaios A produção literária de Rogério Andrade Barbosa, que recebe as consideração de José Carlos Debus. Boa leitura!

 

Tom Farias

Objeto de crescente interesse do público e da crítica, a vida e a obra de Carolina Maria de Jesus vêm sendo tema de dissertações e teses acadêmicas voltadas para o resgate de seus escritos. Nesse sentido, o recém-lançado Carolina: uma biografia torna-se preciosa fonte de consulta para todos os que buscam escritos marcados pela vivência da subalternidade. Pesquisador respeitado por seus trabalhos sobre Cruz e Sousa e José do Patrocínio, entre outros, Tom Farias traz uma série de informações novas sobre a mineira de Sacramento. Seu livro é contemplado com as observações de Aline Arruda, também estudiosa de Carolina. 

Leia mais

Allan da Rosa

Jovem revelação do século XXI, já com oito títulos publicados entre ficção, poesia e dramaturgia, Allan da Rosa é sem dúvida um dos mais destacados autores de sua geração. Classificado como infantojuvenil, seu mais recente trabalho, Zumbi assombra quem?, dirige-se em verdade a jovens de todas as idades e recebe as reflexões dos pesquisadores Gustavo Tanus e Pedro Henrique Silva.

Leia mais

Anelito de Oliveira

Poeta, crítico e pesquisador presente na cena literária de Minas Gerais desde sua estreia em livro no ano 2000, Anelito de Oliveira surpreende seus leitores com o recém-lançado volume de contos O iludido, em que os sentidos e o talento de quem se fez íntimo da expressão em verso debruçam-se agora rumo a enredos e tramas próprias à short story. O novo livro é objeto da leitura atenta e das considerações do crítico Adélcio de Sousa Cruz.

 

Leia mais

Ana Cruz

Mineira radicada no Rio de Janeiro, onde se destaca como intelectual e militante feminista negra, Ana Cruz vem crescendo em sua produção poética desde o primeiro livro, lançado em 1995. São até agora, seis trabalhos, entre livros e DVD, o último deles com o sugestivo título Eu não quero flores de plástico. A autora retoma uma das marcas registradas de seu trabalho, voltado para o resgate da memória coletiva feminina e afrodescendente. O novo livro é resenhado pela pesquisadora Bruna Carla dos Santos.

Leia mais

Luiz Gama

Intelectual, jornalista, poeta, e rábula conhecido pela alcunha de “Advogado dos Escravos”, Luiz Gama, embora ausente da história da literatura brasileira, vem sendo cada vez mais estudado nos diversos aspectos de sua produção. Neste número, destacamos o livro de Jair Cardoso dos SantosEntre as leis e as letras – precioso estudo em que novas facetas desse precursor são exploradas com argúcia crítica irretocável. O literafro novidades reproduz a apresentação da pesquisadora Maria Anória de Oliveira.

Leia mais

Rogério Andrade Barbosa

Escritor prolífico, detentor de dezenas de títulos publicados, o autor carioca célebre pelos recontos de narrativas colhidas na África, onde residiu e trabalhou como professor, Rogério Andrade Barbosa tem sua obra analisada em detalhes no volume coletivo organizado pelas pesquisadoras Eliane Debus, Tatiana Bernardes, Rosilene da Silveira e Arlete Pereira, todas da UFSC. O alentado volume é objeto da resenha de José Carlos Debus.

Leia mais