DADOS BIOGRÁFICOS

Allan Santos da Rosa nasceu na cidade de São Paulo a 10 de abril de 1976. Criou-se no bairro de Americanópolis, zona sul da cidade. Cursou graduação em História na USP e atua como professor de História da África e do Brasil, além de arte educador em EJA – Educação de Jovens e Adultos. Homem de muitos talentos, trabalha como locutor e rádio documentarista e participa de grupos de dança e capoeira, expressão corporal e musical. Integrou o Teatro Popular Solano Trindade, em Embu das Artes, o Grupo Cupuaçu – Danças e Tradições Afro-maranhenses e o Grupo de Dança Afro-contemporânea Aluvayê. Na USP, participou do projeto educom.rádio, da Escola de Comunicações e Artes – ECA, e também, do Núcleo de Consciência Negra. Em 2002, ministrou oficinas de capacitação para produção radiofônica em escolas municipais de Ensino Fundamental. Desde então, realiza intenso trabalho na capital e no interior do Estado, em que procura integrar a literatura com a música e com as artes plásticas através de palestras, de cursos, de oficinas e de exposições.

Como agitador cultural, participa de inúmeras atividades de promoção da leitura e da literatura entre jovens e adultos, com ênfase nas comunidades da periferia paulistana. Em 2002, integrou a coordenação da “Semana de Arte e Cultura do Galpão, Jardim João XXIII”; em 2005, participou da organização do Primeiro Encontro de Escritores da Periferia, na Favela do Jardim Colombo e na Ação Educativa/SP; em 2006, organizou o Núcleo de Literatura Periférica do Centro de Juventude e Educação Continuada. Foi também curador da exposição fotográfica “COOPERIFA - a Poesia é nossa cara”, junto ao projeto Ação Educativa; e coordenador do curso “Áfricas”, realizado no Espaço Senzalinha, no Parque Pirajussara.

No campo da produção literária, criou o selo "Edições Toró", de perfil alternativo, com publicações marcadas por um trabalho artesanal e pela presença de autores jovens, vindos da periferia paulistana, e sem espaço no mercado editorial. Como escritor, incorpora em sua linguagem a tradição da cultura negra e experimenta diversas formas literárias como a prosa, a poesia e o texto dramático. É autor do livro de poemas Vão, de 2005, da peça teatral Da Cabula, lançada em 2006 e vencedora do Prêmio Ruth de Souza, e do volume Morada, lançado em 2007, em que articula um diálogo entre poesia e fotografia.

 

 


PUBLICAÇÕES

 

Obra individual

Vão. São Paulo: Edições Toró, 2005. (poesia).

Zagaia. São Paulo: Editora DCL, 2007. (infantojuvenil).

Da Cabula. 2.ed. São Paulo: Edições Toró, 2006; São Paulo: Global, 2008 (dramaturgia).

Reza de Mãe. São Paulo: Editora Nós, 2016. (contos).

Coautoria

Morada. Coautoria com Guma. São Paulo: Edições Toró, 2007 (poesia e fotografia).

A calimba e a flauta: versos úmidos e tesos. Coautoria com Priscila Preta. São Paulo: Edições Toró; Capulanos Cia. De Arte, 2012. (poesia em CD).

Mukondo lírico – funeral para Zumbi, seus medos e festas. Coautoria com Giovani di Ganzá. São Paulo, 2014. (ópera em CD e libreto, Prêmio Funarte de Arte Negra).

Antologias

Caros Amigos - literatura marginal: a cultura da periferia. São Paulo: Editora Casa Amarela, 2004.

Cadernos Negros 28: contos afro-brasileiros. Organização de Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa. São Paulo: Quilombhoje, 2005.

Literatura marginal: talentos da escrita periférica. Organização de Ferrez. Rio de Janeiro: Editora AGIR, 2005.

No escurinho do cinema. Organização de Rosane Pires de Almeida e Edileuza Penha de Souza. São Paulo: Global Editora, 2005.

Rastilho de pólvora: antologia poética do Sarau da Cooperifa. São Paulo: edição dos autores, 2005.

Cadernos Negros 30: contos afro-brasileiros. Organização de Esmeralda Ribeiro e Márcio Barbosa. São Paulo: Quilombhoje, 2007.

Cadernos Negros: três décadas. São Paulo: Quilombhoje, 2008. (ensaios, poemas, contos).

Negrafias: literatura e identidade. Organização de Marciano Ventura. São Paulo: Ciclo Contínuo, 2008.

Não Ficção

Imaginário, corpo e caneta: matriz afro-brasileira em educação de jovens e adultos. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de São Paulo, 2009.

Pedagoginga, autonomia e mocambagem. Rio de Janeiro: Aeroplano Tramas Urbanas Rio, 2013. (Pedagogia).

Sobre os ouvidos na conversa com o espelho. In: Revista Legítima Defesa. São Paulo, v.1, n. 1, p. 75-81, segundo semestre de 2014. (crítica).

 


TEXTOS

 


CRÍTICA

 


FONTES DE CONSULTA

ALEXANDRE, Marcos Antônio. Allan da Rosa. In: DUARTE, Eduardo de Assis (Org.). Literatura e afrodescendência no Brasil: antologia crítica. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011, vol. 3, Contemporaneidade.

ALEXANDRE, Marcos Antônio. Allan da Rosa. In: DUARTE, Eduardo de Assis (Coord.). Literatura afro-brasileira: 100 autores do século XVIII ao XXI. Rio de Janeiro: Pallas, 2014.

BENEVENUTO, Silvana José. A escrita como arma: uma análise do pensamento social na Literatura Marginal. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília/SP. 2010.

Cadernos Negros 28: contos afro-brasileiros. São Paulo: Quilombhoje, 2005.

Cadernos Negros 29: poemas Afro-Brasileiros. São Paulo: Quilombhoje, 2006.

CARDOSO, Marília Rothier. Oralidade estratégica nas redes virtuais. IPOTESI, Juiz de Fora, v.15, n.2, p. 21-34, jul./dez. 2011.

NASCIMENTO, Érica Peçanha do. Literatura marginal: os escritores da periferia entram em cena. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo. 2006.

REYES ARIAS, Alejandro. Vozes dos Porões: A literatura periférica do Brasil. Tese (Doutorado em Hispanic Languages and Literatures). University of California, Berkeley. 2011.

SABACK, Lilian; PATROCÍNIO, Paulo Roberto Tonani do. A insurreição dos sujeitos silenciados – autorrepresentação nos discursos literário e audiovisual. ALCEU, v. 13, n.26, p. 127-140, jan./jun. 2013.

SOARES, Mei Hua; REZENDE, Neide Luzia de. Literatura marginal-periférica e educação literária – a leitura e a escrita para além do cânone. Interdisciplinar, ano VI, v.13, p. 109-119, jan./jun. 2011.

SOARES, Mei Hua. A literatura marginal-periférica na escola. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação, USP, São Paulo. 2008.


LINKS