Abdias Nascimento

 

Contraponto de um negro e
Um paternalista branco

(Para Ironides Rodrigues, esteta da Negritude)

Irmão negro meu irmão
não amargue tua boca em vão
evoque a memória do senhor bom
reza ladainha procissão
 

– A lembrança esta indelével
na roleta da opção
risquei ponto laroiê
ave o Exu da libertação
 

Irmão negro meu irmão
esqueceu nossa bonita relação
contada até no folclore de
mamãe preta e pai João?
 

– Está tudo registrado
com cuidado e devoção
tambor do sangue martirizado
batendo toque de rebelião
 

Irmão negro meu irmão
por que morder no ódio
a hóstia do perdão
perder a ressurreição?
 

– Ressuscitarei gritando não
ao cristo da consolação
do meu caminho quero a paixão
do humano amor expresso em ação

(Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1980.)