DADOS BIOGRÁFICOS

12107848_1225798874102882_2069422063109710122_n.jpg - 61,49 kB

Nívea Sabino, poeta-slammer, ativista e educadora social, nasceu em 1980 no município que, por anos, carregou o nome do poeta Antônio Augusto de Lima, Nova Lima, onde reside até atualmente. Em 2002, graduou-se em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e, hoje, atua na coordenação política do Fórum das Juventudes, da Grande BH. É correalizadora do movimento cultural “Sarau dos Vagal” na RMBH e realiza, em parceria com o poeta Pedro Bomba, a “Roda BH de Poesia” – movimento itinerante que reúne escritores para vivenciar e recriar na capital as rodas de poesia tão tradicionais no nordeste do país.

Autora de Interiorana, tendo sua primeira edição publicada pela editora Padê, em 2016, e a segunda, em 2018, através de edição independente, Nívea tem uma importante trajetória de ativismo poético no que tange o enfrentamento ao racismo, à lesbofobia, ao sexismo e outras formas de opressão, através da palavra, pelos saraus de periferias de Belo Horizonte e Região Metropolitana. Em 2010, iniciou sua trajetória nas intervenções poéticas, frequentando assiduamente o Coletivo Sarau de Periferia, em BH.

Quanto ao seu processo no SLAM, batalhas de versos que se firmam como espaço de literatura, Nívea participa desde 2014. Em 2016, a poeta foi vencedora do Campeonato Brasileiro de Poesia Falada, mesmo ano em que recebeu o Prêmio Zumbi de Cultura. Em 2012, obtém o 1º lugar no Concurso Municipal de Poesias Izaltina Tomásio Cruz. Carregando no subjetivismo poético a multiplicidade de faces da mulher negra, Nívea vai se firmando como uma das grandes produtoras da Poesia Marginal brasileira. O seu trabalho mais recente é a publicação na Antologia Gay Brasileira, que reúne poetas como Carlos Drummond Andrade, Caio Fernando Abreu e diversos outros autores que ousaram escrever sobre a temática nos séculos XIX, XX e XXI.

Referências

Interiorana, (poesias). 1ª ed. São Paulo: Editora Padê. 2016

Poesia Gay Brasileira – Antologia (poemas). 1ª ed. São Paulo: Editora Machado e Amarelo Grão Editorial. 2018

 

PUBLICAÇÕES

Obra Individual 

Interiorana, (poesias). 1ª ed. São Paulo: Editora Padê. 2016

Antologias

Meu crespo, nossa história. (Org. Walquiria e Micaela). 1ª ed. Belo Horizonte: Crivo Editorial. 2016 

Poesia Gay Brasileira – Antologia (poemas). (Org. Amanda Machado e Marina Moura). 1ª ed. São Paulo: Editora Machado e Amarelo Grão Editorial. 2017

À luta, à voz! ColetiVoz Sarau de Periferia. (Org. Casa de Cultura ColetiVoz). 1ª ed. Belo Horizonte: Editora Vienas Abiertas. 2018