Verdade
 
não minto
omito
a dor demasiada da chaga
perdida no labirinto
 
– oh, mito! vômito tinto?!
– desculpe o sangue com absinto!
 
não minto
nem omito
que sinto e sou
retinto
(Quizomba de vento e nuvem, p. 70).