Comitês e Convidados

Entidades Organizadoras

Laboratório de Linguística da Universidade de Florença (LABLITA): 

http://lablita.dit.unifi.it/

Laboratório de Estudos Empíricos e Experimentais da Linguagem (LEEL):

http://www.letras.ufmg.br/leel

 

Comitê Organizador

Tommaso Raso (Universidade Federal de Minas Gerais)

Heliana Mello (Universidade Federal de Minas Gerais)

Massimo Moneglia (Università di Firenze)

Lucia de Almeida Ferrari (Universidade Federal de Minas Gerais)

Giulia Bossaglia (Universidade Federal de Minas Gerais)

 

Comitê Científico

Plínio Barbosa (Universidade Estadual de Campinas)

Emanuela Cresti (Università di Firenze)

Shlomo Izre’el (Tel Aviv University)

Philippe Martin (Université Denis Diderot, Paris 7)

Heliana Mello (Universidade Federal de Minas Gerais)

Marianne Mithun (University of California, Santa Barbara)

João Moraes (Universidade Federal de Rio de Janeiro)

Rui Rothe-Neves (Universidade Federal de Minas Gerais)

Tommaso Raso (Universidade Federal de Minas Gerais)

Giulia Bossaglia (Universidade Federal de Minas Gerais)

 
Comitê de apoio
 
Bruno Rocha, Crysna Bomjardim, Adriana Ramos, Frederico Amorim, Luis Lima e Silva, Bárbara Figueiredo, Bárbara Helohá Teixeira, Bárbara Oliveira, Cassiano César da Silva, Evellyn Soares, Lívia Winkler, Victor Corrêa.
 
 
 
Convidados
 

Plínio Barbosa (University of Campinas)

Mira Bergelson (Higher School of Economics, Moscow)

Wallace Chafe (University of California, Santa Barbara)

Emanuela Cresti (University of Florence) 

Jeanne-Marie Debaisieux (Sorbonne Nouvelle, Paris 3) 

Shlomo Izre'el (Tel Aviv University) 

Andrej Kibrik (Institute of Linguistics, Russian Academy of Sciences) 

Philippe Martin (Université Denis Diderot, Paris 7) 

Takehiko Maruyama (National Institute for Japanese Language and Linguistics, Tokyo) 

Heliana Mello (Federal University of Minas Gerais) 

Marianne Mithun (University of California, Santa Barbara) 

Massimo Moneglia (University of Florence) 

Alessandro Panunzi (University of Florence) 

Vera Podlesskaya (Russian State University, Moscow) 

Tommaso Raso (Federal University of Minas Gerais) 

 

Plínio Barbosa é Professor Associado da Universidade Estadual de Campinas. Tem formação em Engenharia Eletrônica e Linguística, com ênfase na área de Fonética experimental, atuando principalmente nos seguintes temas: análise e modelamento dinâmicos da prosódia da fala, prosódia experimental, teoria de sistemas dinâmicos e de osciladores acoplados, bases cognitivas do ritmo da fala, ciências da fala e da linguagem. Tem mais de 100 publicações em periódicos especializados e anais de congressos nacionais e internacionais. É autor de “Incursões em torno do ritmo da fala” (Campinas: Pontes). 

Mira Bergelson é Professora na Faculdade de Filologia da Higher School of Economics de Moscou. Possui dois doutorados em linguística na Academia Russa das Ciências, com uma tese focada na descrição da gramática da língua africana Bamana, e outra em pragmática sociocultural nas línguas e no discurso. Ao longo da sua carreira tem estudado várias línguas indígenas do Cáucaso, da Sibéria Oriental e do Extremo Oriente. Atua também nas áreas da educação e comunicação internacionais. Seus interesses de pesquisa incluem as bases cognitivas e os aspectos linguísticos da comunicação, a neurolinguística, a pragmática intercultural e o discurso.

Wallace Chafe é Professor Emérito e Pesquisador em Linguística da Universidade da Califórnia (UC, Santa Bárbara), onde continua ativo na documentação de línguas ameríndias, com ênfase nas famílias iroquiana e cadoana. Desde os anos ’60 sua produção tem sido apreciada pela comunidade científica, cobrindo um extenso leque de interesses, entre os quais, comparação de escrita e fala, estruturação do discurso, aspectos cognitivos da produção linguística, prosódia, relações linguagem – pensamento, linguagem – emoções, linguagem – música, estudos sobre o riso e o humorismo. É um dos editores do Santa Barbara Corpus of Spoken American English, que integra o International Corpus of English como principal fonte de dados de fala do inglês americano.

Emanuela Cresti é Professora Titular em Gramática Italiana na Universidade de Florença. Tem trabalhado no Laboratorio de Fonética Experimental da Scuola Normale de Pisa, e colaborado com a Accademia della Crusca. Entre vários outros interesses, participou na compilação de corpora de fala espontânea de italiano, e foi co-fundadora do LABLITA – Laboratorio di Linguistica del Dipartimento di Italianistica dell’Università di Firenze, coordenando também o projeto C-ORAL-ROM (Integrated Reference Corpora for Spoken Romance Languages) para a construção de corpora de fala das principais línguas românicas europeias. Seus interesses científicos concernem à gramática, com foco na diamesia falada e na interface entre prosódia e estruturação do enunciado.

Jeanne-Marie Debaisieux é Professora de Linguística na Universidade Sorbonne Nouvelle ( Paris 3). Ao longo de toda sua carreira, suas principais áreas de interesse têm sido a análise da diamesia falada das línguas e o desenvolvimento e a disponibilização de tecnologias aplicáveis na didática das línguas, nomeadamente, corpora de fala. Entre muitas plataformas e projetos de pesquisa dos quais participa, coordena o projeto ORFEO (Outils et ressources pour le français Ecrit et Oral), para a construção de um recurso open source a partir de dados secundários de natureza variada: metadados, transcrições de fala, alinhamento texto-som, etiquetagens morfossintática, sintática, semântica, conversacional, prosódica, segmentação do texto falado em unidades “elementares”.

Shlomo Izre’el é Professor de Linguística Semítica na Universidade de Tel Aviv, onde tem atuado nas áreas da assiriologia, da linguística afro-asiática, semítica, geral e de corpus. Atua como membro do conselho editorial de várias revistas e anais de linguística, entre os quais a série LINCOM - Studies in Semitic Languages e o JALS – Journal of Advanced Linguistic Studies. É um dos coordenadores do projeto CoSIH – The corpus of Spoken Israeli Hebrew, para a construção de um corpus de hebraico falado com o objetivo de fornecer uma base empírica para estudos em várias áreas, teóricas e aplicadas, da linguística. Participa também do projeto CorpAfroAs – Corpus for Afroasiatic Languages, para a construção de corpora de fala de diferentes línguas afroasiáticas. Atualmente, seus interesses abrangem a linguística de corpus, com foco na diamesia falada e nas interfaces entre prosódia, sintaxe e discurso.

Andrej Kibrik é Professor de Linguística no Instituto de Linguística da Academia Russa das Ciências, onde coordena o departamento de Linguística Areal. Atualmente está trabalhando na documentação de uma língua da família atabascana, o Kuskokwim, falada no interior do Alaska e fortemente ameaçada, visando fazer uma descrição da língua em todos os níveis de análise, da fonética à estruturação do discurso, abarcando também a dimensão sócio-linguística, etnográfica e histórica. Junto com Vera Podlesskaya, atua na preparação de corporade russo falado, com foco na prosódia e no desenvolvimento de uma transcrição sistemática para a fala do russo. Seus principais interesses concernem diversidade linguística e tipologia (com estudos sobre línguas caucásicas, línguas da África ocidental, línguas turcas, línguas atabascanas), língua e dimensão cognitiva, língua falada, multi-modalidade, linguística de corpus e modelamento computacional, linguística russa.

Philippe Martin é Professor Emérito de Linguística na Universidade Denis Diderot (Paris 7), onde atua, como diretor adjunto, dentro do projeto CLILLAC-ARP – Centro de Linguística Inter-línguas, de Lexicologia, de Linguística Inglesa e de Corpus. É doutor em Acústica e em Linguística, e atua principalmente nas áreas da fonética e da análise acústica da fala, tendo desenvolvido o software de análise prosódica WinPitch, e também da fonologia e entonação das línguas românicas e do inglês. Seus interesses concernem o estudo da fala com ênfase na prosódia, na análise entoacional e suas interfaces com a sintaxe, a morfologia, a semântica.

Takehiko Maruyama é Professor Associado no Departamento de estudos com base em corpora do Instituto Nacional de Língua e Linguística Japonesa (Tóquio), e atua como professor em várias universidades japonesas, na área da linguística japonesa e de corpus. Participa como membro do corpo editorial de várias revistas de linguística, com foco na linguística japonesa e na linguística computacional. A linguística de corpus, com foco na gramática do japonês falado e nas questões relacionadas à disfluência, constitui sua principal área de atuação.

Heliana Mello é Professora Associada da Universidade Federal de Minas Gerais. Atua na área de Estudos Linguísticos, com ênfase em análises baseadas em corpora, relacionadas a mudanças de sistemas gramaticais e contato linguístico, semântica, sintaxe e pragmática. Seu foco em linguística de corpus abarca a compilação de corpora e metodologias quantitativas de análise linguística baseadas em corpora. É co-coordenadora do projeto C-ORAL-BRASIL, voltado para a compilação e o estudo de corpora de português do Brasil.

Marianne Mithun é Professora Titular de Linguística na Universidade da Califórnia (UC, Santa Barbara). Sua atuação e produção se destacam na pesquisa e documentação das línguas ameríndias da América do Norte, tendo atuado extensamente no estudo das famílias iroquiana (línguas Mohawk, Cayuga, Tuscarora), pomoana (Pomo Central), chumashana (BarbareñoChumash), eskimó-aleutina (Yupik Central do Alaska), atabascana (Navajo), algonquiana (Cree), sioux (Dakota, Tutelo), e, fora do continente americano, também na família austronesiana (línguas Kapampangan e Selayaresa). Seus interesses abarcam a documentação das línguas em contexto natural e espontâneo, seja nas interfaces entre fonética, fonologia, prosódia, morfologia, sintaxe e discurso, seja em perspectiva areal e diacrônica.

Massimo Moneglia é Professor Associado em Linguística na Universidade de Florença, e é diretor do LABLITA – Laboratorio di Linguistica del Dipartimento di Italiansistica dell’Università di Firenze. Tem atuado na compilação de corpora de fala, co-coordenando o grupo italiano do projeto C-ORAL-ROM, e nos projetos IMAGACT – Cross-linguistic Ontology of Action, ontologia baseada em corpora de fala de inglês e italiano, e RIDIRE – Risorsa Dinamica Italiano in Rete, infraestrutura para a explotação de web-corpora de italiano. Seus interesses abarcam semântica, linguística de corpus, linguística computacional e teoria da aquisição linguística.

Alessandro Panunzi é Pesquisador Associado em Linguística Computacional na Universidade de Florença, e é membro do LABLITA. Participou de projetos nacionais e internacionais orientados à construção e desenvolvimento de recursos linguísticos, e é coordenador científico do projeto MODELACT sobre modelamento das relações entre cognição, linguagem e ação. Seus interesses abarcam a semântica lexical, a análise da fala, a linguística computacional e de corpus. Atua principalmente no estudo baseado em corpora das propriedades semânticas do léxico verbal. 

Vera Podlesskaya é Professora de Linguística na Universidade Estadual Russa (Moscou). É membro do corpo editorial das revistas Acta Linguistica Petropolitana e Voprosy JazykoznanijaJournal of the Institute of Linguistics of the Russian Academy of Sciences. Tem atuado nas áreas da tipologia, na antropologia linguística, nos estudos de fala do russo e na gramática japonesa. Junto com Andrej Kibrik, coordena um projeto de compilação de corpora de fala de russo. Seus interesses abarcam a interface entre prosódia e sintaxe, a linguística russa e a tipologia linguística na interface entre sintaxe e semântica.

Tommaso Raso é Professor Titular em Linguística da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Linguística, tendo atuado principalmente nas áreas da filologia e linguística histórica, italiano, pragmática, linguística textual, estudos da fala e linguística de corpus. Atualmente trabalha principalmente em projetos voltados para a construção de corpora de fala espontânea do português brasileiro e a análise da estrutura informacional e das ilocuções com base em corpora de fala espontânea. Co-coordena o projeto C-ORAL-BRASIL  para a compilação e o estudo de corpora de português do Brasil e colabora com o grupo italiano do projeto C-ORAL-ROM, corpora interlinguísticos de fala espontânea.

Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Av. Antônio Carlos, 6627 Pampulha - Belo Horizonte/MG - CEP: 31270-901
(31) 3409-5101 dir@letras.ufmg.br

© Copyright 2020 - Setor de Tecnologia da Informação - Faculdade de Letras - UFMG