Teses defendidas

Retornar

Data da defesa
7/8/2009
Aluno
Heather Jean Blakemore
Orientador
Heliana Ribeiro de Mello
Título da defesa
Intend Returning: um estudo diacrônico de complementos indefinidos na língua inglesa, baseado em dados de corpora
Total de páginas
233 
Local da defesa
auditório 2001 
Banca Examinadora
Profa. Dra. Heliana Ribeiro de Mello UFMG
Prof. Dr. Guilherme Fromm USP
Profa. Dra. Helivane de Azevedo Evangelista UNA
Prof. Dr. Carlos Alberto Gohn UFMG
Prof. Dr. Ricardo Augusto de Souza UFMG
Palavras-chave
complemento infinitivo, gerúndio, língua Inglesa, sintaxe diacrônica
Temática
---
Resumo
Este estudo buscou identificar padrões explicativos no uso do gerúndio e do infinitivo como complementos verbais indefinidos, partindo inicialmente do caos que caracteriza os dados sincrônicos contemporâneos. A metodologia empregou um banco de dados selecionados, construído a partir de corpora considerados relevantes. A marca teórica foi da Gramática Cognitiva de Modelos Linguísticos Baseados no Uso. Uma ampla revisão da literatura sobre a questão indicou que as análises existentes baseadas em dados sincrônicos poderiam ser iluminadas por dados diacrônicos que somente no século atual foram disponibilizados através de dados eletrônicos e novas tecnologias de busca em corpora. Em consequência, a pesquisa foi estendida a usos históricos desses complementos verbais, o que resultou na descoberta de mudanças complexas e inter-relacionadas na sintaxe da língua inglesa. Foi verificada uma mudança linguística em andamento caracterizada por um crescimento no número de ocorrências e nos tipos de construções do gerúndio como complemento. Os dois fatores identificados com maior poder explicativo pela estrutura do sistema atual de complementos verbais são de natureza histórica e contemporânea respectivamente, sendo o primeiro parcialmente responsável pelo segundo: entrada tardia na língua de certos verbos e a frequência atual do uso dos mesmos. Tomados juntos, os fatores formam a principal contribuição desta pesquisa: uma explicação histórica dos processos que resultaram nas diferenças de sentido e distribuição sintática atual entre as duas formas do complemento verbal indefinido.
Tese no formato PDF
Baixar (1,59 Mb)